Além das coisas necessárias

 COMUNHÃO NA PALAVRA - NOVEMBRO DE 2021- DOM SEBASTIÃO BANDEIRA

COMUNHÃO NA PALAVRA
 
MENSAGEM: Este mês será muito rico em acontecimentos para a nossa Diocese. Estaremos realizando a Xa. Assembleia Diocesana de Pastoral, com o tema: Igreja em escuta, sinodal eem saída. Queremos estar em comunhão com dois grandes eventos: a 1ª. Assembleia eclesial da América Latina e do Caribe, que acontecerá nos dias 21 a 28 deste mês, em Puebla, México, de forma híbrida, tendo alguns participando presencialmente e a maioria de forma online, onde estou incluído. O segundo evento é o tempo precioso da escuta em nossa Igreja local para o Sínodo dos bispos, Para uma Igreja sinodal: comunhão, participação e missão, convocado pelo Papa Francisco. Escolhemos esta frase bíblica escrita após o primeiro sínodo da Igreja, que aconteceu em Jerusalém e que serviu muito para que esta se abrisse aos novos desafios.                                     

  “De fato, pareceu bem ao Espírito Santo e a nós a não vos impor nenhum outro fardo, além das coisas necessárias” At.15,28

REFLEXÃO: Como realidade humana, inserida na história, a Igreja terá sempre que enfrentar dificuldades e problemas. Mas também temos a promessa da presença do Espírito Santo que “nos ensinará o que devemos dizer” Lc 12,12. Faz parte da doutrina da Igreja, que o Povo de Deus, todos os batizados, quando em comunhão com seus pastores, deixando se levar pelo Espírito, não erra nas suas decisões. Por isso, é que a escuta dos membros deste povo é tão necessária, para a renovação da Igreja e para dar as respostas oportunas para as novas perguntas que surgem. Com a escolha do Papa Francisco ficou mais ainda visível o apelo a  conversão eclesial, que tem por base a escuta, a sinodalidade e a missão. Escutar com o coração de pastor os apelos dos que estão próximos a nós, que são nossos colaboradores, os que estão  nas diversas situações de periferias; escutar os que pensam diferente de nós e até os que se opõem a nós. O apelo a escutar é um dos sinais dos tempos de hoje. A sinodalidade, é buscar caminhar juntos, valorizando mais aquilo que une, do que aquilo que divide, aceitando a diversidade quando não se rompe com a comunhão. Tudo isso deve ser realizado em vista da missão, que é o amor que se torna serviço à humanidade.

VEJA TAMBÉM: O QUE É O AMOR.

Esta é uma grande oportunidade que teremos de rever muita coisa dentro da Igreja e nossa ação no mundo. Muitos conflitos que existem entre leigos e ordenados poderiam ser evitados e resolvidos se estas questões fossem levadas a sério. Nós teríamos uma Igreja mais presente na vida das pessoas e com maior incidência na sociedade. Haveria mais transparência e maior corresponsabilidade entre os membros de nossas comunidades. Experimentaremos mais prazer em evangelizar do que coisas a lamentar. Por isso convido a todos a nos empenharmos na superação destes problemas, sem desanimar e perder a esperança, pois o Espírito sempre estará agindo em nossas vidas e na Igreja.  Não tenhamos medo de sonhar e sonhar juntos. 

Um grande abraço de Dom Sebastião Bandeira

Postar um comentário

0 Comentários