-- 12:18:00
OBRIGADO PELO SEU ACESSO - VOLTE SEMPRE, DEIXE SUGESTÕES (99) 98108 - 9864

Abre tua mão para teu irmão


MENSAGEM: Este tempo de pandemia não pode ser visto só como tragédia. No meio de tanto medo, sofrimento e incertezas, coisas boas foram geradas, na pastoral, no campo da solidariedade e na convivência familiar. Entre as várias inciativas, está sendo criada, em Coroatá a Casa da Caridade D. Dalva, um espaço para acolher os pobres, que querem ser ouvidos, tratados com respeito, dignidade e  ajudados a superar a situação desumana que vivem.  Será assumida por pessoas  voluntárias que desejam partilhar o seu tempo ou algo de si. Neste mês, em que  iniciamos o Tempo da criação, sugerido pelo Papa Francisco, que será concluído no dia 04 de outubro, escolhemos para reflexão , esta frase tirada do Deuteronômio, livro escolhido para ser aprofundado neste ano, em nosso país:

“Abre tua mão para teu irmão” Dt.15,11

       REFLEXÃO: O Deuteronômio é o livro do Antigo Testamento mais citado nos escritos do Novo Testamento: mais de 200 vezes! Isso revela um sinal da sua importância para as comunidades cristãs.  Nele, existe uma preocupação com o estrangeiro, o órfão e a viúva, onde aparecem 11 vezes.  O objetivo é levar o povo a observar melhor a Lei de Deus, recebida por Moisés nos Dez Mandamentos.  A vida do povo deve ser um sinal da presença de Deus neste mundo. Quando todos observam a Lei de Deus, não poderia surgir excluído. O povo responde a iniciativa de Deus de ter libertado da escravidão do Egito, vivendo em comunidade, na escuta da Palavra, com igualdade, solidariedade e acolhida aos pobres. “Quando houver um pobre em teu meio, que seja um só dos teus irmãos numa só de tuas cidades, na terra que Javé te deu, não endurecerás teu coração nem fecharás a mão para com este teu irmão pobre; pelo contrário abre-lhe a mão, emprestando o que lhe falta, na medida de sua necessidade” (Dt.15, 7-8).

VEJA TAMBÉM: ACAMPAMENTO FOLLOW ME 

          Esta pandemia nos ajuda a repensar nosso estilo de vida e escolher fazer aquilo que é mais necessário e possível. E uma das coisas importantes é revalorização da meditação da Palavra de Deus, de forma pessoal,  familiar, ou em pequenos grupos. É volta às origens quando os primeiros cristãos se reuniam em suas casas para oração e partilha dos dons. É isso, o que a Igreja do Brasil está pedindo em suas Diretrizes pastorais, quando fala da Comunidade eclesial missionária, que é como uma casa sustentada por quatro pilares: a Palavra, o Pão, a Caridade e  Ação Missionária. A partir deste encontro verdadeiro com a Palavra, teremos coragem de abrir as mãos e o coração para os outros, que nos interpelam com a sua dor e sofrimento. Não é tempo de ficarmos parados, e nem isolados, mas  interligados, com os vizinhos, a paróquia, com as outras Igrejas, e com tantas entidades que lutam para superação de toda forma de ameaça à vida e dignidade do ser humano.  Porque não aproveitar deste momento para fazer uma experiência  bem concreta,  de iluminados pela Palavra de Deus, realizarmos gestos proféticos na comunidade onde vivemos?   

 Deus lhe abençoe, seu amigo bispo

   
_____________________________
COMPARTILHE VIA

Por - Portal Acesso Cristão

DEIXE SEU COMENTÁRIO ABAIXO PELO FACEBOOK

0 comentários :

UM PADRE E UMA FREIRA EM ACAMPAMENTO FOLLOW ME

UM PADRE E UMA FREIRA EM ACAMPAMENTO FOLLOW ME
#ACESSOFC