-- 12:18:00
OBRIGADO PELO SEU ACESSO - VOLTE SEMPRE, DEIXE SUGESTÕES (99) 98108 - 9864

Estes, são homens e mulheres de misericórdia

A PALAVRA DO PASTOR, JULHO DE 2018 - Estes, são homens e mulheres de misericórdia


Mensagem - Nas pessoas de Sant´Ana e São Joaquim, avós de Jesus, queremos trazer presentes as nossas famílias em todas as gerações, neste mês de julho. Este assunto, além de fundamental importância para a Igreja e a sociedade, torna-se oportuno,  em nossa Diocese, pois teremos o Congresso diocesano da pastoral familiar, com o tema: Vamos fazer o elogio dos nossos antepassados... Estes, são homens e mulheres de misericórdia; seus gestos de bondade não serão esquecidos.  Este evento é também uma das formas de vivência do Ano nacional do Laicato, pois é na família, o primeiro e básico lugar, onde os leigos devem viver a sua fé recebida no batismo. 

Reflexão - Nós, bispos do Brasil, ao escrevermos um documento sobre os  Cristãos leigos e leigas na Igreja e sociedade- Sal da Terra e Luz do mundo, assim nos expressamos sobre o lugar da família na evangelização: “Em todos os tempos, a família é o areópago primordial. Como âmbito inicial da vida dos cristãos leigos e leigas, é tesouro e patrimônio dos povos. A família, comunidade de vida e amor, escola de valores e Igreja doméstica, é grande benfeitora da humanidade. Nela se aprendem as orientações básicas da vida: o afeto, a convivência, a educação para o amor, a justiça e a experiência de fé. È missão da família abrir-se à transmissão da vida, à educação dos filhos, ao acolhimento dos idosos, aos compromissos sociais. Assim, o mundo se torna uma grande família onde os cristãos leigos e leigas são protagonistas da evangelização...”. Em um mundo de profundas e rápidas mudanças, a família tem sido muito atingida em sua estrutura, provocando incertezas e preocupações para todos que levam a sério tanto a educação dos filhos, a transmissão da fé e dos valores cristãos que professamos, quanto em relação ao nosso futuro, quando seremos idosos. Apesar desta crise, cresce a convicção de que ela é fundamental para o equilíbrio psíquico, emocional e para a realização plena do ser humano.

             
É urgente vivenciar uma pastoral familiar, positiva, acolhedora, inclusiva que leve em conta a realidade concreta das pessoas e o ensinamento da Igreja. A Igreja  está orientando passos que devem ser dados em relação às famílias, mesmo aquelas que

             
Estão em “situações inadequadas”. Os passos são: acolher, acompanhar, discernir e integrar na comunidade, de acordo com a possibilidade. Nada melhor do que contar com os leigos nesta missão, fazendo com que eles sejam os protagonistas. Faço votos de que em todas as paróquias de nossa diocese, possam surgir iniciativas que ajudem às  famílias em dificuldades e revigorem aquelas que estão bem constituídas. São Joaquim e Sant´Ana, intercedei por nossas famílias!



Deus lhe abençoe, seu amigo bispo
comunh%C3%A3o+e+espera%C3%A7a.jpg (200×73)
Dom Sebastião Bandeira.


Conheça nossas redes sociais
   
_________________



COMPARTILHE VIA

Por - Portal Acesso Cristão

DEIXE SEU COMENTÁRIO ABAIXO PELO FACEBOOK

FESTEJO DA PADROEIRA | 2017 - 2018 - 2019

FESTEJO DA PADROEIRA | 2017 - 2018 - 2019
#ACESSOFC