Dom Raymundo Damasceno

Presidente da CNBB faz balanço da Igreja em 2014

domray“Terminamos o ano de maneira muito positiva”. Este é o balanço que o presidente da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), Cardeal Raymundo Damasceno Assis, faz do ano de 2014 para a Igreja brasileira. O arcebispo de Aparecida (SP) destaca, em especial, a presença da Igreja nos momentos importantes da vida da sociedade, pronunciando-se sobre diversos temas como questão indígena, quilombola, reforma agrária e violência.
Um das ações mencionadas por Dom Raymundo foi o debate promovido pela CNBB com os candidatos à presidência do Brasil. A iniciativa teve como objetivo ajudar o eleitor a ter critérios para escolher o candidato que achasse mais adequado para governar o país.
Ele também falou do projeto de lei de iniciativa popular pela Reforma Política Democrática, que até agora já colheu cerca de 500 mil assinaturas. A meta é que esse número alcance a marca de 1 milhão e 500 mil, para que possa ser entregue ao Congresso Nacional. O projeto é iniciativa não só da CNBB, mas de outras entidades da sociedade civil.
“Quando a corrupção não é punida ela cria uma desconfiança com relação ao próprio poder judiciário”, destacou o cardeal.