-
-

APOIADORES: ----- CONGREGAÇÃO FRANCISCANAS DE SIESSEN -------- MARCELO DIAS ----- COSME SOUSA ---- APOIADORES ------- CONGREGAÇÃO FRANCISCANAS DE SIESSEN ----MACELO DIAS ---- COSME SOUSA ---- APOIADORES ------ CONGREGAÇÃO FRANCISCANAS DE SIESSEN ----- MACELO DIAS ----- COSME SOUSA ----- APOIADORES -----CONGREGAÇÃO FRANCISCANAS DE SIESSEN ----- MACELO DIAS ---- COSME SOUSA .

Comunhão na palavra - Agosto de 2017

  Palavra do Pastor
Bispo Dom Sebastião Bandeira


“Fazei isto em memória de mim” Lc 22,19

Nossa Diocese! Celebramos neste mês, o Jubileu dos 40 anos de caminhada de nossa Igreja local. Tivemos vários momentos marcantes: a segunda etapa da Assembleia diocesana, para fazermos as opções, elaborarmos nossas diretrizes para os próximos anos; a grande celebração do Jubileu; a comemoração dos trinta anos da Fazenda da Esperança, entre nós e os 25 anos da presença das Irmãs de São Francisco Solano, em Coroatá e das Irmãs Franciscanas de Reute, em Arari e Alto Alegre. Queremos vivenciar estes acontecimentos, como lembrava S. João  Paulo II, “olhar com gratidão o passado, viver com paixão o presente e abraçar com esperança o futuro”.

Conservar a memória e transmitir a nossa história religiosa é muito importante, para manter viva a nossa identidade e fortalecer a unidade da família diocesana. Não se trata de saudosismo, mas de buscar perceber as inspirações, os ideais, os valores das gerações passadas e avaliar os resultados que até hoje influenciam nossa vida e atividades pastorais. Nessa memória, as fraquezas e incoerências servem de aprendizado e nos ajudam na nossa conversão. Mas a atitude que deve prevalecer é a de louvor, pelo testemunho de sacrifício e doação de tantos que nos precederam. Quero registrar, a vida do Gotardo Pünder, irmão de D. Reinaldo, que no mês passado faleceu, em Dresden, Alemanha e que deixou marcas profundas de exemplo de missionário doado e desprendido entre nós. Somos chamados a viver com paixão o presente, em uma situação muito delicada no nosso país, onde a desigualdade social se agravou, a corrupção e a promiscuidade entre os interesses públicos e privados, tiram a legitimidade aos poderes executivo e legislativo e nem sempre o judiciário escapa de parcialidade. Situação onde a Igreja tem um papel de fundamental importância de reunir, de criar espaço para superação destas dificuldades, especialmente na defesa dos mais pobres e dos descartados pela ditadura do poder econômico.

Somos chamados a anunciar e alimentar a teimosa esperança dos que creem na força do Reino e no poder de Deus na história. Abraçar os valores do Reino, com determinação e esperança será nossa atitude, mesmo em meio de tantas dificuldades. Não serão nem os nossos limites, nem as dificuldades externas que limitarão nossos sonhos, mas a força da fé em um Deus libertador, que nos faz ver o invisível e realizar aquilo que parece impossível. Agora é o momento para propor e construir novas relações e estruturas para tornar nossa Igreja, mais fiel a Jesus e ao seu Reino.  Este será o momento de agradecer, a tantas pessoas que fizeram parte de nossa caminhada, que não receberam da nossa Igreja
a atenção e o carinho que mereceram. A todos a minha gratidão e peço as bênçãos de Deus.  Vosso amigo bispo, D. Sebastião Bandeira.
[ CLIQUE AQUI PARA COMPARTILHAR NO WHATSAPP ]

Sobre Acesso Cristão Diocese de Coroatá

PORTAL DE NOTÍCIAS CATÓLICA DO MARANHÃO ""
SEJA NOSSO PARCEIRO E COLABORE PATROCINANDO ESTE SITE SUA MARCA EVANGELIZANDO COM AGENTE - WHTS 98I089864