-
-

O que é o mês Missionário ?


Outubro é o Mês das Missões, quando se intensificam as iniciativas de animação e cooperação missionária em todo o mundo. O objetivo é sensibilizar, despertar vocações e realizar a Coleta no Dia Mundial das Missões, penúltimo domingo de outubro, este ano dia 23. 

“Cuidar da Casa Comum é nossa missão”. Este é o tema escolhido para a Campanha Missionária em 2016. O lema é extraído da narrativa da criação no livro do Gênesis: “Deus viu que tudo era muito bom” (Gn 1,31).
 
Qual a principal mensagem do tema e do lema da Campanha Missionária 2016? 


O objetivo é sensibilizar para consciência de “uma Igreja em estado permanente de missão” ao redor das grandes temáticas que pautam a Igreja católica. O tema deste ano é inspirado na carta Encíclica Laudato Si’ do papa Francisco, na Campanha da Fraternidade Ecumênica e no Jubileu da Misericórdia. Sobre o cuidado da Casa Comum o papa se dirige a “cada pessoa que habita neste planeta”, para “entrar em diálogo com todos” (LS, 3) “sobre a maneira como estamos construindo o futuro do planeta” (LS, 14). “O desafio de proteger a nossa Casa Comum inclui a preocupação de unir toda a família humana na busca de um desenvolvimento sustentável e integral” (LS, 13). Em São Francisco o papa encontra o “exemplo por excelência do cuidado pelo que é frágil e por uma ecologia integral, vivida com alegria e autenticidade”. Nele, apresenta sua compreensão de ecologia, na qual “são inseparáveis a preocupação pela natureza, a justiça para com os pobres, o empenho na sociedade e a paz interior” (cfe.LS,10).

A campanha culmina com a Coleta no Dia Mundial das Missões, sempre no penúltimo domingo de outubro. O que é feito com o valor arrecadado?


A data da coleta foi instituída pelo papa Pio XI em 1926, como um Dia de oração e ofertas em favor da evangelização dos povos. Este ano a Coleta será nos dias 22 e 23 de outubro. Do valor arrecadado, enviamos oitenta e cinco por cento para a Congregação da Evangelização dos Povos em Roma, que apoia projetos e iniciativas de cunho social e missionário nos países mais pobres do mundo. Os quinze por cento que ficam no Brasil são utilizados para subsidiar todo trabalho de animação e cooperação missionária das POM em três obras distintas: Infância e Adolescência Missionária, União Missionária e Propagação da Fé. São visitas a dioceses e regionais de todo Brasil num trabalho de formação e conscientização missionária. A cada ano enviamos para todas as dioceses do Brasil a prestação de contas.

Em sua mensagem para o Dia Mundial das Missões, o papa Francisco retoma o Jubileu da Misericórdia. De que forma podemos nos fortalecer na fé para nos tornarmos misericordiosos como o nosso Pai?


Na assembleia dos diretores das POM em Roma, no início de junho deste ano, tivemos encontro com o papa Francisco onde ele nos pediu que a missão fosse motivada pela mística e a paixão por Jesus Cristo e o Evangelho. Esta é a nossa motivação primeira, somos discípulos e seguidores de uma pessoa que atrai, encanta, apaixona e renova a cada dia nosso ardor missionário. Nossa identidade provém do encontro com a Palavra de Deus, por isso insiste o papa Francisco de que ´não somos uma ONG. Se tiver que sacrificar algo que seja a organização e não a mística´.  A atitude misericordiosa de se fazer próximo aos caídos do nosso tempo é um apelo dos que se aventuram seguir Jesus. Ele nos pede que “nossos rins estejam cingidos e as lâmpadas acesas”. Ou seja, acordados e prontos para servir, missionar.

No Mês Missionário, somos convidados a fazermos uma profunda reflexão sobre a importância da nossa missão como verdadeiros cristãos. Qual a sua orientação para as pessoas que ainda não descobriram sua missão?


Entendo a missão como transbordamento daquilo que experimentamos a cada dia no encontro com a Palavra, a Eucaristia e os irmãos (ãs). Não há outro caminho; aqueles que experimentam a alegria do Evangelho vão comunicá-la naturalmente aos outros por palavras e gestos. A missão é de Deus. Vamos colaborando com Deus na medida que vencemos nosso egoísmo e vamos em direção ao outro(a). Esta é a Igreja em saída que nosso papa propõe na Evangelli Gaudium. Não se trata porém de reduzir tudo ao Mês Missionário ou algumas atividades missionárias, mas colocar tudo o que fazemos em chave missionária sem separar a fé da vida profissional e social.


Fonte: POM
[ CLIQUE AQUI PARA COMPARTILHAR NO WHATSAPP ]

Sobre Portal Acesso Cristão

PORTAL DE NOTÍCIAS CATÓLICA DO MARANHÃO ""
SEJA NOSSO PARCEIRO E COLABORE PATROCINANDO ESTE SITE SUA MARCA EM NOSSO PORTAL VAI LONGE - WHTS 98I089864