-
-

Ministro do Turismo fala sobre investimentos e acolhida dos jovens durante a JMJ 2013


Jovens de todas as partes do mundo estão ansiosos com a realização da JMJ – Jornada Mundial da Juventude , que será realizada no Rio de Janeiro. Os trabalhos de divulgação e várias campanhas para melhor acolher os participantes de todo o mundo estão acontecendo e nesta semana a delegação do Pontifício Conselho para os Leigos (PCL) visita a cidade maravilhosa para avaliar o andamento dos trabalhos que estão a todo vapor. A CNBB – Conferência Nacional dos Bispos do Brasil, por meio de sua Comissão para a Juventude não mede esforços para fazer desse grande evento um marco na história das Jornadas e juntamente com a Arquidiocese do Rio de Janeiro e da comunidade católica de todo Brasil já começou a procurar parceiros para essa grande festa da juventude. as iniciativas e acontecimentos relacionados a preparação da JMJ no Brasil e para conhecer a expectativa do Governo Federal sobre o evento conversou com o Ministro do Turismo, Gastão Vieira, que deixou claro que é um privilégio para o Brasil receber a Jornada Mundial. “Jovens do mundo inteiro virão ao Brasil para trocar experiências e confirmar sua fé. Frequentemente, eles são acompanhados por familiares, e uma parcela considerável dedica parte da viagem para conhecer outras regiões do país. É um fator estimulante para nossa cadeia turística, que está pronta para receber este grande evento”, disse o ministro. O Ministro Gastão Vieira falou também sobre os investimentos que estão sendo pensados para acolher os jovens do Brasil e como deve ser a parceria com a Igreja Católica.


Quais os investimentos pensados para melhor acolher a juventude mundial?
 Ministro Gastão Vieira - Nosso objetivo é preparar todo o país como destino turístico de forma sustentável e levar em consideração os grandes eventos dos próximos anos de forma integrada. Para isso, o Ministério do Turismo trabalha para melhorar a infraestrutura turística no Brasil, a divulgação dos nossos atrativos no exterior e promoção do turismo doméstico. As ações da pasta têm sido reforçadas em todas as regiões brasileiras, potencializando o que cada uma tem de melhor para oferecer aos visitantes. Dessa forma, destinos além das capitais estão desenvolvendo sua cadeia turística, para que os visitantes se sintam acolhidos e dispostos a retornar ao país em viagens futuras.
 De que maneira o ministério deve se aliar a CNBB e a Igreja no Brasil para que o evento aconteça da melhor maneira possível?
 Ministro Gastão Vieira - Pelo caráter religioso e pela presença do papa Bento XVI no Brasil, a Igreja terá todo o apoio e incentivo do Ministério para a divulgação e realização do evento. Estaremos disponíveis para contribuir no que for necessário, dentro de nossas atribuições, e fazer esta edição da Jornada Mundial da Juventude uma das mais representativas para o catolicismo mundial.


A JMJ também acaba sendo um evento de divulgação do Brasil para todo o mundo. Como o ministério avalia esse fato?
 Ministro Gastão Vieira - O evento oferecerá uma oportunidade fantástica de exposição turística do nosso país no exterior, especialmente aos jovens, que pela relação que têm com as novas tecnologias, como as redes sociais, serão os grandes “divulgadores” do Brasil em seus países. Calculamos que pelo menos 2 milhões de pessoas participem do evento, entre brasileiros e estrangeiros, o que terá grande impacto na economia do Rio de Janeiro e de outros estados.
 Na última jornada, que aconteceu em agosto do ano passado, em Madri, na Espanha, o evento reuniu cerca de 2 milhões de jovens. O Rio de Janeiro está preparado para acolher todos os participantes?
 Ministro Gastão Vieira - O Rio de Janeiro tem vocação natural para receber um grande número de turistas de todas as partes do mundo. A tradição na preparação dos grandes eventos – como a festa de réveillon e o carnaval – e a eficiência da atual política de segurança pública ratificam a competência da cidade para a realização de encontros como a Jornada Mundial da Juventude. 
Perguntado sobre a estrutura de segurança para a realização do evento, o ministro disse apenas que “essa questão está fora das atribuições do ministério”, finalizou.



[ CLIQUE AQUI PARA COMPARTILHAR NO WHATSAPP ]

Sobre Portal Acesso Cristão

PORTAL DE NOTÍCIAS CATÓLICA DO MARANHÃO ""
SEJA NOSSO PARCEIRO E COLABORE PATROCINANDO ESTE SITE SUA MARCA EM NOSSO PORTAL VAI LONGE - WHTS 98I089864